A Associação

Como Começou

A FECOMERCIO SP, através do seu Conselho de Criatividade e Inovação, levantou, em 2012, a bandeira de desenvolver e fomentar o Equity Crowdfunding no Brasil. Em 2013 identificou, em conjunto com a CVM e o MDIC, na legislação então existente, a possibilidade de iniciar essas operações no país.

Para organizar os interesses das empresas que começavam a se estabelecer para administrar plataformas na Internet para a realização de operações de Equity Crowdfunding, um grupo de empresas que se reunia desde então, fundou, em agosto de 2014, a Associação Brasileira de Equity Crowdfunding.

.

O Propósito da Associação

A Associação Brasileira de Equity Crowdfunding tem como missão disseminar o novo modelo de investimento no mercado brasileiro, para a geração de novos e sólidos empreendimentos a partir de empresas nascentes – “startups” – buscando faze-lo de maneira comprometida e dentro dos princípios de transparência, agilidade e segurança para o investidor e para as empresas emissoras.

O propósito é ampliar o nível de inovação das empresas nascentes brasileiras e inseri-las no mercado internacional.

A Associação está comprometida em faze-lo em estrita cooperação com as diferentes classes de investidores profissionais existentes no mercado brasileiro.

Nossa visão é de que o Equity Crowdfunding também vai contribuir para o alargamento da base de investidores no mercado de capitais no Brasil.

Código de Ética e Conduta - Instituto da Economia Criativa

  1. Cumprir Leis, Normas e Regulamentos, no Brasil e no Exterior;
  2. Ter em mente os princípios da excelência em suas atividades;
  3. Respeitar as opiniões e os direitos dos seus interlocutores: clientes, parceiros, colaboradores, diretores, governo, imprensa e todas as demais entidades e pessoas relacionadas direta ou indiretamente às suas atividades, bem como do público em geral;
  4. O Instituto da Economia Criativa estimula as boas práticas do diálogo e da negociação, respeitando os princípios da concorrência leal e as características econômicas e sociais locais;
  5. Sempre que relacionadas às suas áreas de atuação, promover as chamadas Oito Metas do Milênio, aprovadas em reunião da ONU no ano 2000 por 191 países, inclusive o Brasil, constantes do PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, a saber:
  6. Acabar com a fome e a miséria
  7. Educação básica e de qualidade para todos
  8. Igualdade entre sexos e valorização da mulher
  9. Reduzir a mortalidade infantil
  10. Melhorar a saúde das gestantes
  11. Combater a aids, a malária e outras doenças
  12. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente
  13. Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento
  14. O Instituto da Economia Criativa estimula estudos e trabalhos voltados ao uso consciente dos mais variados tipos de recursos, orientado sempre pelos princípios da criação de sociedades sustentadas defendidos pelo Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) e setores produtivos da sociedade, cujo desafio é o de “criar condições no meio empresarial e nos demais segmentos da sociedade para que haja uma relação harmoniosa entre as três dimensões da sustentabilidade – econômica, social e ambiental”;
  15. Fomentar a revisão e a inclusão da dimensão pessoal pelas organizações com o objetivo de obter o melhor resultado do talento, da criatividade, do bom humor e da boa relação entre as pessoas;
  16. O Instituto da Economia Criativa tem compromisso com o desenvolvimento constante e acelerado do uso da imaginação, criatividade e inovação aplicados aos negócios; está consciente de que essas práticas estão diretamente relacionadas aos níveis de eficiência, competitividade e produtividade das empresas no mercado global;
  17. O Instituto da Economia Criativa apóia, incentiva e sustenta a defesa e a proteção dos direitos relacionados às atividades criativas e produtivas;
  18. O Instituto da Economia Criativa apóia, encoraja e estimula a busca determinada por novas soluções aplicadas aos negócios, tratando os erros como parte do aprendizado;
  19. Instituto da Economia Criativa apóia, incentiva e sustenta a denúncia de atitudes e comportamentos fora da lei.

AS EMPRESAS ASSOCIADAS

Diretoria da Asssociação

Adolfo Melito ­

Adolfo Melito ­ Presidente

Adolfo Melito ­

Presidente

Adolfo Melito ­
X
Frederico Rizo

Frederico Rizo Diretor

Frederico Rizo

Diretor

Frederico Rizo
X
Jaciara Cruz

Jaciara Cruz Diretora

Jaciara Cruz

Diretora

Jaciara Cruz
X
Greg Kelly

Greg Kelly Diretor

Greg Kelly

Diretor

Greg Kelly
X
Diego Perez

Diego Perez Diretor

Diego Perez

Diretor

Diego Perez
X